Dívidas: Passo a passo para resolver as suas!

As dívidas são coisas que perseguem a vida de milhões de brasileiros que enfrentam altíssimos preços no mercado, aumentos consideráveis nas contas e pagamentos inesperados como boletos que vão surgindo. O número de cidadãos com o nome sujo devido a essas dívidas vem crescendo exponencialmente principalmente por falta de uma organização financeira que muitos desconhecem como ter.

IPTU, IPVA, boletos de contas, aluguéis, cartões de crédito e entre outros pagamentos fazem com que muitos adultos enfrentem grandes dificuldades financeiras mensalmente.

Imprevistos também sempre surgem para atrapalhar todo o planejamento financeiro que é criado e são poucas as pessoas que se preparam para isso fazendo uma reserva de dinheiro certo para possíveis imprevistos, mas para quem não se prepara acaba sendo muito prejudicado e pode entrar em uma bola de neve de dívidas tentando tapar os buracos e se afundando cada vez mais.

Atualmente os jovens vêm fazendo dívidas mais precocemente por vários motivos, cartões de crédito, financiamentos e entre outras contas. Algumas dívidas se colocam por necessidade e única forma de conseguirem conquistar algo, como é o caso do financiamento estudantil.

Muitos jovens sonham em ingressar no ensino superior, mas não conseguem vaga em universidades públicas e pagar uma faculdade particular não encaixa no orçamento, fazendo com que procurem alternativas para isso, como é o caso do FIES. Através desse programa os jovens podem cursar o tão esperado curso e se graduar. Todos os anos existe o aditamento do FIES para renovar o contrato e garantir que os estudantes continuem o estudo.

O boleto do FIES a partir de 2021 é pago mensalmente pelos estudantes, mas durante o curso apenas é pago uma taxa considerada simbólica, o pagamento completo só é feito após o fim do curso, dando tempo para que os jovens se preparem para o pagamento futuro.

Para não cair em um emaranhado de dívidas e acabar sujando o nome seguir alguns passos são fundamentais.

  • Saber para aonde vai seu dinheiro, planejamento financeiro;
  • Listar todas as dívidas, as fixas e as que aparecem às vezes;
  • Fazer a montagem de um plano para o pagamento das dívidas;
  • Negociar as dívidas possíveis;
  • Se prepare para os imprevistos.
  • Cortar as despesas em excesso, compras desnecessárias.

Assim, é necessário entender suas dívidas e planejar todo o seu orçamento para pagá-las e ainda se possível sobrar com uma certa quantia para a reserva de emergência e ainda proporcionar momentos de laser que todos merecem.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *