Artigo

    

Interoperabilidade crescente

A Microsoft firmou mais uma parceria de colaboração em campos estratégicos com um fornecedor de Linux. O CEO da Xandros esclarece o que esse acordo pode acrescentar para seus clientes.


Por Pablo Hess


por Pablo Hess


Linux Magazine» De que forma o acordo entre a Xandros e a Microsoft difere daquele firmado entre a Novell e a empresa de Redmond? O que exatamente está envolvido? Andreas Typaldos» Nosso acordo é bastante extenso, e cobre áreas de interesse mútuo das duas empresas. Primeiramente, trata da oferta de funcionalidades de gerenciamento heterogêneo que funcionarão com a próxima geração do Microsoft System Center e com o Xandros Systems Management. Além disso, a Xandros licenciará diversos protocolos de comunicação de servidores, o que nos permitirá interoperar competentemente com o Windows® Server. O terceiro item do acordo é o trabalho conjunto das duas empresas e outras parceiras com fins de melhorar a interoperabilidade entre documentos sob os formatos OpenXML e ODF. A proteção aos clientes contra processos por patentes também está incluída, e a Microsoft se compromete a divulgar as distribuições Xandros Server e Desktop como distribuições Linux preferidas, com base em suas importantes garantias de interoperabilidade e propriedade intelectual. Por último, uma equipe especializada da Microsoft receberá treinamento a respeito do valor de nossa colaboração.


Apesar de não ser possível compararmos precisamente os dois acordos firmados pela Microsoft, ambos possuem elementos de colaboração que permitirão um alto nível de interoperabilidade técnica, e criarão uma ponte entre o software de Código Aberto e o software comercial. Reconhecendo o marcante foco da Xandros em ferramentas de gerenciamento multi-plataforma, nosso acordo com a Microsoft dá especial atenção aos avanços nas tecnologias de gerenciamento de sistemas, de forma a reduzir significativamente os custos operacionais de grandes redes mistas de computadores.


Em particular, a Xandros oferecerá agentes de gerenciamento que funcionam com a próxima geração dos produtos Microsoft Systems Center Operations Manager, e estamos muito entusiasmados com as oportunidades que isso abre.


Nossa parceria nos permitirá observar "sob o capô", para irmos além do nível da API


LM» No campo da propriedade intelectual, quais os aspectos envolvidos na parceria? AT» Um dos principais focos de nossa distribuição sempre foi a interoperabilidade. Através do licenciamento de uma vasta gama de protocolos de comunicação de propriedade da Microsoft, a Xandros vai criar uma verdadeira interoperabilidade de ferramentas de gerenciamento multi-plataforma para Windows e Linux.


Nossa motivação é que, no caso da interoperabilidade entre servidores e desktops, a integração que implementamos no nível da API com o BridgeWays é poderosa, mas requer o conhecimento de maiores detalhes das tecnologias proprietárias da Microsoft para atingir resultados verdadeiramente positivos de eficiência e interoperabilidade.


Por isso, nossa parceria nos permitirá observar "sob o capô", para irmos além do nível da API e atingirmos um novo patamar de interoperabilidade Windows-Linux no campo dos servidores.


LM» Especificamente na América Latina, o que podemos esperar a partir de agora quanto à presença da Xandros?


AT» A Xandros está no Brasil há pouco mais de um ano. Nesse período, conseguimos estabelecer uma presença no mercado corporativo como um dos líderes em nosso nicho. Nossos prospectos e nossa lista de clientes continuam crescendo, e em breve traremos mais notícias de nossos sucessos na região, pois nos aproximamos agora de mercados como Argentina e México e estamos organizando simpósios para o fim do ano. Também pretendemos entrar nos mercados de Chile, Colômbia, Peru e América Central nos próximos 18 meses.


A América Latina é um mercado importante e promissor para a Xandros, e estamos firmando fortes parcerias para alcançar cada vez mais clientes.


Como já afirmei numa entrevista anterior à Linux Magazine, a Xandros veio para ficar.

Pablo Nehab Hess foi editor da Linux Magazine, tem mestrado em genética e especialização em bioinformática. É autor de softwares de código aberto para computação científica e tem experiência em administração de sistemas.

Notícias

Certificações LPI: o caminho para turbinar a sua carreira

Publicado em: 13/10/2017 às 15:50 | leituras |

O Linux Professional Institute (LPI) oferecerá provas de certificação na Latinoware, em Foz do Iguaçu, em outubro, na Poticon, em Natal e no FGSL em novembro. Fique antenado! Este artigo elenca as últimas novidades sobre o LPI.

Blog do maddog: Ambientes de nuvem privada virtual

Publicado em: 06/10/2017 às 14:09 | leituras |

O Subutai é uma solução de nuvem de código aberto, ponto a ponto (P2P), segura e estável, que cria ambientes de nuvem privada virtual (VPC) para usuários finais usando um modelo de nuvem de contêineres como serviço (CaaS). O usuário final pode instalar qualquer tipo de serviço, aplicativo ou software de infraestrutura que desejar nas máquinas em execução nessa nuvem.

Ambientes de nuvem privada virtual

Publicado em: 06/10/2017 às 13:23 | leituras |

O Subutai é uma solução de nuvem de código aberto, ponto a ponto (P2P), segura e estável, que cria ambientes de nuvem privada virtual (VPC) para usuários finais usando um modelo de nuvem de contêineres como serviço (CaaS). O usuário final pode instalar qualquer tipo de serviço, aplicativo ou software de infraestrutura que desejar nas máquinas em execução nessa nuvem.

4Linux abre vagas para Líder Técnico em São Paulo e Brasília

Publicado em: 25/07/2017 às 14:12 | leituras |

A 4Linux — uma empresa líder em soluções Open Source e em práticas DevOps — está procurando profissionais para trabalhar como gerente técnico, que tenha bons conhecimentos em Linux e Softwares Livres. São duas vagas: uma para trabalhar em Brasília e outra para São Paulo.

Seminário sobre gestão de privilégios do Linux dá direito a certificado CPE

Publicado em: 23/05/2017 às 10:35 | leituras |

O evento irá abordar a forte disseminação de sistemas Linux em toda a estrutura de informação e mostrará a importância de técnicos da área serem capazes de identificar rotas, especificar controles de acesso para usuários Linux e monitorar a atividade privilegiada do usuário ao longo da rede de informação e, especialmente, na complexidade da nuvem. Participantes poderão requerer gratuitamente os créditos de CPE (Continuing Professional Education).


Mais notícias

lançamento!

LM 119 | Backup e Restauração




Impressa esgotada
Comprar Digital  R$ 10,90 Digital

  1. Soluti Certificação Digital em busca de especialista Linux

    Publicado em 19/04/2017 às 17:18 | 565446 leituras

  1. Seminário sobre gestão de privilégios do Linux dá direito a certificado CPE

    Publicado em 23/05/2017 às 10:35 | 482797 leituras

  1. Baixe o curso de shell script do Julio Cezar Neves

    Publicado em 07/04/2008 às 19:41 | 445779 leituras

  1. 4Linux abre vagas para Líder Técnico em São Paulo e Brasília

    Publicado em 25/07/2017 às 14:12 | 324479 leituras

  1. Novo evento "Universidade Livre" será realizado em Belém/PA em 06/05/2017

    Publicado em 28/04/2017 às 11:19 | 280380 leituras

  1. CES 2013: OLPC Anuncia XO Tablet e XO 4.0 Touch Screen Laptop

    Publicado em 10/01/2013 às 8:52 | 9715 leituras

  1. Para deter os EUA, Brasil e Europa negociam regras comuns para computação em nuvem

    Publicado em 22/10/2013 às 9:35 | 7206 leituras

  1. Burlando a segurança do Bouncer

    Publicado em 05/06/2012 às 11:04 | 8787 leituras

  1. Netbooks distribuídos à rede pública de ensino portarão o Mandriva Linux

    Publicado em 10/12/2010 às 9:34 | 9478 leituras

  1. Linux continua a dominar a lista dos 500 supercomputadores [atualizado]

    Publicado em 18/06/2012 às 14:48 | 15467 leituras

whitepapers

mais whitepapers