15 computadores de placa única que vale a pena conhecer em 2015

Vários computadores de placa única, ou Single Board Computers (SBCs), foram introduzidos ou se tornaram notáveis no mercado, em 2014.
Alguns se destacaram e venderam muito bem — tal como o Arduino e o Raspberry Pi.
Placa Arduino TRE Developer Edition
O que se espera é que eles se tornem mais poderosos e incorporem mais recursos.
Plataformas com CPUs de 8 núcleos já são uma realidade, além da inclusão de placas de rede WiFi, entre outros recursos extra — mas o maior crescimento, no ano, foi no segmento abaixo de 50,00 dólares. Os desenvolvedores preferem placas de código aberto para prototipação.
A lista, que segue, não é definitiva — é apenas uma condensação de sugestões de equipamentos que vale a pena considerar.

  1. A20-OLinuXino-Micro — é um modelo impulsionado por um processador A20 dual-core, de 1GHz, acoplado a um pente de memória de 1Gb DDR3 e uma GPU Mali-400.
    Tal como se poderia imaginar, a placa vem pre-carregada com o sistema operacional Android e suporta um drive flash adicional de 4Gb.
    A placa tem saída de vídeo em fullHD.
  2. Arduíno TRE — pra quem saiu de um ano eleitoral, a sigla TRE ainda tem um significado forte… — mas, aqui, ela quer dizer provavelmente apenas três em italiano, em alusão à sua versão.
    Uma das plataformas mais populares, oferece nesta versão suporte completo ao Linux.
    Vem com um microcontrolador ATmega, da Atmel e com um processador de 1 GHz Ti Sitara AM335x, mais 512 Mb de memória RAM.
  3. Banana Pi — é um clone do Raspberry Pi modelo B.
    Suas portas mantém as mesmas posições e vem com um processador A10, de 1 GHz e 1 Gb de memória RAM DDR3, com uma GPU Mali-400. Tem suporte a SATA e uma porta micro-USB.
  4. Banana Pi Pro — Tal como o nome indica, é uma versão mais avançada com conectores de 40 pinos e suporte a cartões flash microSD.
    Tem um módulo WiFi e uma porta micro-USB OTG.
    Tem um processador A20, 1Gb de memória RAM DDR3 e uma GPU Mali-400.
  5. Creator CI20 — Construída pela Imagination Technologies, roda Android 4.4 ou Debian 7.
    Vem com um processador Igenic JZ4780 de 1.2 GHz, 1 Gb de memória DDR3 RAM e uma GPU PowerVR SGX540.
    A placa inclui WiFi onboard, Bluetooth, HDMI, câmera e outras E/S digitais.
  6. Cutieboard 2 — Segunda versão de outra plataforma, com o mesmo nome.
    Este SBC também conta com um processador A20, 1 Gb de memória e uma GPU Mali-400.
    Além disto, o dispositivo vem com uma unidade interna de NAND de armazenamento flash e tem suporte a Android e Linux.
    Vem com portas SATA, microSD, Ehternet, HDMI e duas USB.
  7. Gizmo 2 — É a versão nova do SBC Gizmo, com um processador AMD G-series GX210HA, de 1 GHz e 1 Gb de memória DDR3 SDRAM.
    Tem saídas HDMI, microSD, mSATA e USB 3.0.
    Suporta Linux, Windows and Minoca OS.
  8. HummingBoard — Em estilo “sanduíche”, esta placa vem com vários módulos MicroSOM.
    É possível fazer a troca de dual-core para single-core no processador Freescale i.MX6 Dual.
    Há duas opções de aquisição: com 512 MB de memória ou 1 Gb.
  9. Odroid-C1 — Este SBC roda Android ou Ubuntu. Tem um processador de 1.5 GHz Amlogic S805 e 1GB de memória RAM DDR3 e um co-processador gráfico Mali-450.
    O dispositivo é similar ao conector de 40 pinos do Raspberry Pi — e oferece expansão de memória via cartões microSD ou eMMC e saída HDMI, Ehternet e USB.
  10. Odroid-U3 — fabricado pela HardKernel, esta placa vem com um processador de 1.7 GHz Samsung Exynos 4412 Prime e memória de 2GB DDR2 SDRAM.
    O co-processador é um Mali-400.
    O modelo possui expansão de memória via microSD ou eMMC.
    Tem saída micro-HDMI e portas Ehternet e USB.
    A placa suporta Linux e Android 4.4.
  11. Parallela — projetado para ter um consumo de energia mais eficiente e servir de plataforma para pesquisas em computação paralela (olha o nome), usa um processador Xiling Zynq 7020 SoC e vem com 1GB de memória DDR3 RAM.
    A placa tem, ainda, portas microSD, gigabit Ethernet, micro-HDMI e dual USB.
    Vem com um conector de 60 pinos para usar as extensões Epiphany e FPGA.
  12. Radxa Rock — é um pequeno SBC que pode rodar Android ou Linux.
    Há 2 modelos disponíveis no mercado, baseados na quantidade de memória pretendida. Ambos usam processador Rockchip RK3188, de 1.6 GHZ e 2GB de memória DDR3 RAM.
    A placa tem WiFi, Bluetooth, HDMI, Ethernet, USB e portas S/PDIF.
  13. Raspberry Pi A+ — upgrade de uma das estrelas do segmento, pesa apenas 23 gramas.
    Vem equipado com um processador Broadcom BCM2835, de 700 MHz e 256MB de memória SDRAM. O co-processador gráfico é uma Broadcom Videocore IV.
    A placa oferece conector de 40 pinos e um circuito de áudio — e não vem com uma porta Ethernet.
  14. Raspberry Pi B+ — é uma atualização do modelo B e vem equipado com um processaddor Broadcom BCM2835, também de 700 MHz, acoplado a 512MB de memória RAM e uma unidade gráfica Broadcom VideoCore IV.
    A placa vem com um conector de 40 pinos GPIO e 4 portas USB, além de um slot microSD.
  15. Warpboard — Este SBC é fabricado pela Freescale e foi lançado há um ano. A placa roda Android ou Linux.
    O processador, de 1 GHz, é um Freescale i.MX6 SoloLite.
    A placa não vem com memória interna, mas oferece um cartão KL16 e dois módulos sensores Freescale Xtrinsic.

Elias Praciano — http://elias.praciano.com.

Referências:
Wikipedia – Single Board Computers
Efytimes – http://azure.efytimes.com/?p=618