Saiba como se tornar um Arquiteto de Software.

O arquiteto de software é um profissional programador de computadores, gerente de TI ou expert que toma decisões finais sobre projetos de softwares, determina os padrões técnicos de codificação e faz as escolhas de ferramentas e plataformas de desenvolvimento.
mascote do Linux em frente ao museu Louvre, Paris.
Neste artigo, vou mostrar um passo a passo para se tornar arquiteto de softwares.
Não há nada definitivo neste texto. Há muitos outros caminhos a trilhar para se tornar um profissional respeitável nesta área — contudo, em linhas gerais, vou mostrar um caminho consistente.

O profissional tem importante papel nas decisões envolvendo o design e precisa ter intimidade com programação de computadores.

Comece com um bacharelato em Ciências da Computação

Graduar-se na faculdade de Ciências da Computação é o primeiro passo para adquirir conhecimento e reputação.
Uma vez que a profissão envolve programação e decisões de alto nível, é importante ter curso superior e aprender a programar “como gente grande”.
Muitos vão dizer que a grade curricular da faculdade é fraca no que tange a programação… — e se eu disser que acredito que você já deveria chegar à faculdade sabendo programação e, portanto, não deveria depender tanto do professor para aprender e se aprofundar cada vez mais no desenvolvimento de bons programas?

Adquira experiência em programação

Um arquiteto de software precisa saber programar (e bem!). É pré-requisito ter desenvoltura em escrever código de qualidade e conhecer as diferentes sintaxes de diferentes linguagens de programação — mesmo que, no dia a dia, o arquiteto de software não se envolva tanto com a atividade de programação, precisa ter intimidade com ela.
Após a conclusão da faculdade, é necessário começar a trabalhar como programador.
Não importa muito em qual linguagem você desenvolva sua experiência — pode ser Java, C++, Python, Perl etc.

Aprenda sobre padrões de design de softwares e arquitetura

A principal função do arquiteto de software é aplicar estilos de design e padrões ao software.
Um padrão é uma forma de desenvolver aplicativos ou uma interface de forma a certificar-se de que seja eficiente.
Há várias formas de adquirir este conhecimento fora da faculdade:

  • com a leitura de livros sobre o assunto. Há vários títulos de qualidade e em língua portuguesa — mas, em inglês, há muito mais.
  • cursos online. Há cursos, nesta área disponíveis para quem mora longe dos grandes centros. Alguns fornecem certificados de reconhecida reputação.
  • aprenda com outros profissionais. Faça amizade com outros profissionais que já se encontram “na estrada” há mais tempo e, portanto, podem oferecer dicas e conselhos úteis sobre como chegar lá — inclusive sobre bons livros e cursos.

Aprenda a trabalhar em equipe

Se envolver em projetos solo de desenvolvimento de software é uma tentação.
Mas saber trabalhar bem em equipe é importante para quem deseja chegar ao nível de um arquiteto de softwares.
Suas incumbências vão muito além de apenas saber programar bem. É necessário ter outras capacidades:

  • Saber como trabalhar em projetos envolvendo múltiplos desenvolvedores.
  • Saber como lidar com prazos para finalizar projetos ou versões de aplicativos — prazos estes que nem sempre dependem do seu desempenho pessoal.
  • Saber como interagir com pessoas, em diferentes setores, com funções diversas e culturas diversificadas.

Encontro de arquitetos de software.

Conheça, por experiência própria, o papel dos outros

Se você vai lidar com equipes compostas por desenvolvedores, pessoas encarregadas da documentação, design de interface, testadores etc. É importante que você tenha passado por algumas destas funções em empregos anteriores.
Conhecer, por experiência própria, a função dos outros membros da sua equipe ajuda muito a desenvolver a empatia, que é a capacidade de se pôr no lugar do outro.
Lembre-se: o cargo de arquiteto de software é um cargo de liderança e, portanto, envolve diversos conhecimentos e uma vasta experiência.
Por este motivo, é importante estar em outras áreas de conhecimento, o que inclui as humanas. Não fique apenas estudando lógica e lendo livros técnicos.

Apresente o seu currículo a vagas de trabalho

À medida em que seu nível de conhecimento vai aumentando, se prepare para assumir a vaga de arquiteto de software. Fique de olho nas oportunidades que forem surgindo e apresente seu currículo — e esteja pronto para as entrevistas.

Elias Praciano.

Referências:

Arquiteto de Software (Wikipedia).
How to become a software architect.

Imagens:

François Schnell — Tux, the great architect.
Bob Rhubart — Software Architect Meet-Up.