Ubuntu
    

Como formatar o pendrive no Ubuntu

A dica vale para qualquer dispositivo que você tenha conectado ao seu computador.
Algumas pessoas ficam horas tentando encontrar onde poderão realizar esta tarefa, cuja ferramenta se encontra bem embaixo do seu nariz — no Dash, lógico.
Abra o Dash, pressionando a tecla Super — aquela que tem o símbolo do Windows em cima.
Dentro do Dash, digite “disco” e aguarde o surgimento das opções concernentes a esta busca.

aplicativo para formatar discos no Ubuntu

Clique para ampliar


O aplicativo possui uma série de ferramentas para dispostivos de armazenamento. Entre as principais:

  • ele pode montar e desmontar qualquer dispositivo anexado — alguns podem precisar de privilégios administrativos
  • ele pode ser usado para particionar ou editar as ṕartições existentes
  • criar ou recuperar uma imagem do seu disco

Há outras funções possíveis. Neste artigo, contudo, vamos tratar apenas de como formatar o pendrive através desta ferramenta.

Ubuntu ferramenta de disco - formatar pendrive

Clique para ampliar.


Na janela principal do aplicativo, selecione o dispositivo sobre o qual deseja trabalhar.
ubuntu desmontar, excluir e mais ações

Clique para ampliar.

Logo abaixo da seção “Volume”, há 3 botões:

  • Desmontar/montar
  • Excluir partição
  • Mais ações

Há um botão Mais ações também, lá no canto superior direito, na janela principal, a partir do qual é possível selecionar quase todas as mesmas ações.
A opção de Formatar é a primeira do menu Mais ações. Ao selecioná-la, o sistema abre a janela Formatar volume.
Escolha entre:

  • sobreescrever dados existentes com zeros (lento) — que apaga todo o conteúdo do dispositivo e escreve bytes aleatórios sobre o seu espaço, dificultando a recuperação dos dados
  • não sobreescrever dados existentes — apaga rapidamente os dados do dispositivo. É possível recuperá-los posteriormente com programas e/ou procedimentos especiais

Se tudo o que você quer é liberar o espaço do dispositivo para armazenar outros dados, a opção mais rápida (não sobreescrever) é a mais indicada.
Em seguida, escolha o sistema de arquivos. Pra ser bem suscinto, de todas as opções, as duas mais releveantes são estas duas:

  • FAT — indicado para quem pretende compartilhar o dispositivo com outras máquinas, com outros sistemas operacionais ou gravar arquivos multimídia (MP3, MKV, MP4, OGG etc) que serão lidos em equipmantos de som, TVs etc.
  • EXT4 — indicado para quem deseja ter um sitema de arquivos mais avançado e seguro e não vai precisar compartilhar o dispositivo com outros aparelhos, com outros sistemas operacionais.
    A opção com LUKS + EXT4 é a indicada para quem deseja incluir arquivos pessoais no dispositivo.

Enfim, forneça um nome para identificar o seu dispositivo e inicie o processo de formatação, clicando no botão Formatar.

Conclusão

Há inúmeras outras formas para formatar dispositivos de armazenamento no Ubuntu. Neste texto, apresentei uma das mais simples.
É possível usar a linha de comando para formatar, com maior número de opções de formatação — o que já renderia outro artigo.

Elias PracianoPerfil de Coisas do Geek no Twitter